• Logo
  • Logo
  • Logo
  • Logo
  • Logo
  • Logo
  • Logo

Apresentação

“Não há território sem imaginário do território [...]

Enquanto projecto, o território é semantizado.

É suceptível de discurso. Tem um nome”

André Corboz

O território é um produto social em contínua transformação. Tece-se na tensão e nos (des)encontros entre o conjunto de acções e representações, discursos e debates, imagens e projectos colectivamente produzidos que conferem sentido(s) à realidade e definem plataformas da vida em comum.

Na cidade continuada do Vale do Ave parecem faltar leituras partilhadas e, sobretudo, consensos sobre o que este território é e sobre o que se pretende que ele venha a ser. Nem nas habituais codificações do que seja cidade e campo ou urbano e rural, nem nos modelos disciplinares de planeamento e desenho urbano, encontramos os instrumentos adequados ao entendimento destes territórios, essencial para guiar a sua transformação. Torna-se por isso necessário um processo alargado de construção colectiva que nos ofereça leituras sobre esta realidade, e nos permita determinar quais os temas sobre os quais importa deliberar, quais os projectos de futuro, e como podemos fundamentar e legitimar essas escolhas.

Na conferência “Território: Casa Comum”, autores de referência de diferentes áreas disciplinares vão juntar-se para, juntos, pensarmos este território: quais os modos de o olhar e representar?, quais as formas de o planear e gerir?, como se inventa, afinal, esta realidade?

Com esta conferência encerra-se o projecto “Território: Casa Comum”, resultado da parceria entre o grupo de investigação Morfologias e Dinâmicas do Território do Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto e a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

Iniciado em Julho de 2015 com a abertura da exposição na Casa do Território, o projecto integrou excursões por terras do Médio Ave, conversas públicas entre alguns dos mais relevantes actores locais e oficinas de discussão e cartografia crítica com diferentes grupos de técnicos, estudantes e moradores. Com a diversidade das aproximações e dos temas, pretendeu-se dar a ver o território convocando vivências e modos de ler, partilhar, reflectir e habitar. Tratou-se apenas de cumprir uma etapa de um processo contínuo de construção em conjunto, que não encontra aqui nem o seu início nem o seu fim, mas que terá de ser constantemente alimentado e dinamizado.

A conferência propõe um ponto de situação: ao mesmo tempo, momento de síntese e de alargamento do debate, onde se irá reflectir sobre o que podemos aprender com esta cidade continuada e aquilo que nela podemos projectar como ideia para avançar.

Oradores

Programa

9h00 . Recepção

9h30 . Apresentação

. Manuel Fernandes de Sá

. Nuno Travasso

10h00 . “huma cidade continuada”

. Álvaro Domingues

11h00 . merenda

11h30 . OLHAR

Quais os modos de olhar e representar as paisagens da ocupação difusa?
Como se constrói a inteligibilidade destes espaços?

. Eduardo Brito

. Marta Labastida

. Pablo Gallego Picard

. Teresa Calix (moderação)

13h00 . almoço *

. * necessária inscrição

14h30 . PLANEAR

Quais as formas de planear e gerir os territórios da urbanização extensiva?
Quais os assuntos e os conflitos, as dinâmicas e os actores, os projectos e os instrumentos de actuação, num momento de mudança de paradigma?

. António Figueiredo

. Francisca Magalhães

. João Ferrão

. Nuno Travasso (moderação)

16h00 . merenda

16h30 . IMAGINAR

Como imaginar as terras do Ave? Como inventar esta realidade difusa?

. Gonçalo M. Tavares

17h30 . Uma síntese possível

. José Pacheco Pereira

18h30 . Epílogo

. Nuno Portas

. Álvaro Domingues

Inscrição

AS INSCRIÇÕES ENCONTRAM-SE ESGOTADAS. As inscrições recebidas ficarão em lista de espera, e serão consideradas no caso de ocorrerem desistências.

A participação é gratuita, sujeita a inscrição prévia e limitada à lotação da sala. A inscrição no almoço é opcional e terá um custo de 8€, a ser pago no próprio dia da conferência.

Nome*

Entidade (opcional)

Email*

Contacto telefónico (opcional)

Inscrição no almoço* (8€)

sim não 

Pergunta de Segurança*

Para provar que não é um robot, responda por favor à questão:

Após a submissão do pedido de inscrição, solicitamos que aguarde uma resposta da nossa parte. Caso não receba a resposta em tempo útil, agradecemos que nos contacte de forma a averiguarmos o sucedido.

Localização

A conferência realiza-se na Fundação Cupertino de Miranda, Praça D. Maria II, Vila Nova de Famalicão.

Notícias

  • Lançamento do catálogo da exposição ‘Território: Casa Comum’ com Alexandre Alves Costa, Álvaro Domingues e Francisca Magalhães

    No dia 28 de Janeiro, às 18:00, será apresentado o Catálogo da Exposição ‘Território: Casa Comum’, na Sala Plana da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto.

    A apresentação do catálogo lançará o mote para uma conversa entre Alexandre Alves Costa, Professor Catedrático Jubilado da FAUP e Investigador do CEAU-FAUP, Álvaro Domingues, Professor Associado da FAUP e Investigador do CEAU-FAUP, e Francisca Magalhães, Directora do Departamento de Ordenamento e Gestão Urbanística do Município de Vila Nova de Famalicão, em torno dos modos de ler, habitar e construir os territórios da urbanização extensiva.

    A conversa vai ser moderada por Teresa Calix, Professora Auxiliar da FAUP e Investigadora do CEAU-FAUP, e a entrada é livre, sujeita à lotação da sala.

    + info ….